Select Page

Dirigentes do PAIGC no Governo de Iniciativa Presidencial lamentam declarações de Domingos Simões Pereira que os considera de “ex-camaradas”

Dirigentes do PAIGC no Governo de Iniciativa Presidencial lamentam declarações de Domingos Simões Pereira que os considera de “ex-camaradas”

(ANG) –Os dirigentes e militantes do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde(PAIGC), lamentaram esta quarta-feira as declarações do lider do partido que dizem chama-los de “ex-camaradas” e já fala em medidas punitivas a curto prazo.

Em conferência de imprensa para reagir as declarações de Domingos Simões Pereira, Mário Mussante da Silva em nome dos colegas frisou que o Presidente do partido afirmou que vai tomar medidas de poder contornar orgão jurisdicional do partido para poder tomar medidas cabíveis relativamente as suas presensas no Governo.

Mussante salientou que, se há problema no partido, há maneiras de o resolver com tolerancia, diálogo, entendimento e busca permanente de consensos e isto que é a democracia, frisando que nenhum país avança com conflitos permanentes.

“E mesmo se vamos ser julgados um dia pelo PAIGC, que seja os orgãos jurisdicionais do partido a fazê-lo, uma vez que a pressunção de inocência é que caracteriza a justiça ou seja enquanto a pessoa não fôr julgada, não pode ser sentenciado e estamos aqui para mostrar o nosso descontentamento com o posicionamento do Presidente do partido porque não merecemos ser tratados dessa maneira“, justificou.

Carlos Pinto Pereira disse que quando tomaram a decisão de ingressar o Governo da Inicitaiva Presidencial, foram chamados pelo partido, onde explicaram o porquê de integrarem o Governo e até hoje segundo disse não foram chamados de novo.

Pereira afirmou que a Comissão Permanente do Partido é que decidiu que o PAIGC deve fazer parte do Governo e foi este orgão que deu aval para o ex- primeiro-ministro Geraldo Martins tomasse posse e as reazões que o levou a voltar atrás ninguém sabe , acrescentando que, ele decide continuar uma vez que tem  só uma palavra.

“Por isso quero dizer aos miltantes do PAIGC que nós que estamos no Governo sustentamos o partido mais do que muitas pessoas, pagamos muitos salários e muitas despesas são feitas por nós e muitos dirigentes do partido sustentam as suas casas através de nós”,disse.

Pereira chamou aos militantes do PAIGC a porem a mão na consciência e questionar se o partido reconheceu Umaro Sissoco Embalo como Chefe de Estado, porquê que não podem o apoiar,

O governante disse que apesar do Presidente da República está a fazer uma diplomacia com grandes resultados, os problemas internos do país esta aquem do desejado e presisa fazer mais.

“Principalmente o que tem haver com os direitos dos cidadãos ou seja se as pessoas querem fazer marchas, comícios e outros tipos de manifestação, que sejam permitidos a o fazerem, mas não é isso que vai retirar o mérito de quem está a trabalhar uma vez que as obras falarão por si”,desejou.

O actual ministro dos Negócios Estrangeiros  disse aproveitar o espaço para pedir o Presidente da República a tomar cuidado com as suas acções internas uma vez que os direitos humanos não pode falhar, salientando que estes são os principios por isso decidiu-se o apoiar e não se pode falhar.

Carlos Pinto Perira considerou que Domigos Simões Pereira fez um julgamento sumario em relação a eles, considerando-os de “ex-camaradas#”, questionando de como podem ser “ex-camaradas” uma vez que são todos membros do PAIGC.

Disse que, estão no Governo como militantes do partido convidados para ingressarem no Governo de Iniciativa Presidencial.

Pereira disse que da parte deles não querem desencadear nenhuma guerra, mas que fique bem clara de que se as pessoas assim o desejar estão prontos, tendo pedido ao Domingos Simões Pereira a convocar orgão do partido para discutirem assuntos do partido.

“E como podem ver nesta conferência de imprensa não lançamos nenhuma acusasão, e só chamamos atenção e alertas as pessoas, mas quando chegar  a hora de chamarmos uns os outros vamos o fazer sem problemas “,garantiu.

Na conferência de Inprensa estavam presentes todos os quatro membros do PAIGC que fazem parte do Governo da Inicitaiva Presidencial nomeadamente o ministro da Administração Pública, Aly Hijazi, das Pescas e Economia Maritima Mário Mussante, dos Transportes e Telecomunicações José Carlos Esteves e o dos Negócios Estrangeiros, Cooperação Internacional e da Comunicades, Carlos Pinto Pereira.ANG/MSC/ÂC

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Anúncio – Participe do FGI

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30