Select Page

Presidente de República diz lamentar a publicação da carta de pedido de demissão por Nuno Nabiam

Presidente de República diz lamentar a publicação da carta de pedido de demissão por Nuno Nabiam

(ANG) – O Presidente de República reagiu quarta-feira à demissão do seu conselheiro Especial, Nuno Gomes Nabiam e diz lamentar o fato deste ter tornado público a carta de pedido de demissão.

Sissoco Embaló falava, quarta-feira, à margem da visita que efetuou ao Mercado Central(Feira de Praça).

“Nuno não precisava tornar público a carta de pedido de demissão ,  uma vez que tem acesso direto à mim. Posso dizer que a nossa relação não é de hoje, porque,  eu fui  uma das  primeiras pessoas que ele contou de que pretendia candidatar para as presidenciais de 2014”,disse Embaló.

O Presidente da República acrescentou que, ele e Nuno Gomes Nabiam trabalharam sempre em colaboração e que pretende que continuassem a caminhar juntas.

Questionado se vai aceitar o pedido de demissão de Nuno Gomes Nabiam, o chefe de Estado guineense respondeu que tem a sua forma de relacionar com ele e que vão dialogar para encontar uma solução.

Na carta dirigida a Sissoco Embaló, o antigo primeiro-ministro começa por agradecer a confiança política na nomeação para o cargo, mas concluiu que “já não existem condições morais e políticas” para continuar nas funções de Conselheiro Especial do PR com direitos e regalias semelhates ao  de Primeiro-ministro.

Sobre as declarações de Nuno Nabiam em que diz haver sinais de que haja muita droga a circular no país,Umaro Sissoco Embaló revelou que tem em mãos e que ainda não a despachou, uma  carta do Ministério Público em que se pede que o Nuno Nabiam seja ouvido, devido as suas declarações.

O Presidente da República disse que o motivo da visita ao Mercado de Praça se prende com as queixas que tem recebdio, segundo as quais algumas pessoas se recusaram a vender no interior do mercado conforme determinado, e que preferem permanecer e vender nos passeios como anteriormente.

“Estou aqui para tentar resolver a situação. Por isso, a partir da próxima semana todos vão entrar no recinto do mercado, porque não é justo continuar a vender nos passeios”,disse o Chefe de Estado Sissoco Embaló.ANG/AALS/ÂC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930