Select Page

Secretária de Estado do Ensino Superior reconhece a falta de condições no sector

Secretária de Estado do Ensino Superior reconhece a falta de condições no sector

(ANG) – A secretária de Estado do Ensino Superior e Investigação Ciêntifica reconheceu a falta de condições necessários no sector, provacadas pelas “instabilidades políticas” vivido no país.

De acordo com a informação publicadas na página  oficial do  Ministério da Educação Nacional no facebook, indicam que estas situações não têm ajudado os trabalhos de consolidação do sector do ensino superior.

O reconhecimento da Secretária de Estado do Ensino Superior Investigação Ciêntifica foi tornada publica no final de um encontro tido recentemente com a Confederação Nacional das Associações Estudantis da Guine-Bissau (CONAGUIB), que serviu para analisar a evolução do caderno reivindicativo entregue ao Ministro da educação cessante.

Na ocasião, Hortência Francisco Cá reconheceu as dificuldades em resolver os problemas do ensino superior, alegando as instabilidades políticas que o país tem vivido nos últimos anos.

“Apesar dessa situação de dificuldades  com que deparam, estamos a trabalhar para as melhorá-las”, garantiu.

Em relação a falta de docentes, informou que está em curso os trabalhos para colmatar a insufiência dos docentes com vista a colocação dos professores e harmonização do currículo do ensino superior e da situação da propina mensal, que diz não pode ultrapassar cinquenta por cento do salário minimo nacional.  

Hortência Francisca Cá prometeu igualmente  encontrar soluções, relativamente a informações que recebeu da parte da direcção da CONAIGUIB, segundo as quais os estundantes guineenses no estrangeiro sofrem de tratamento desigual.

O Coordenador do CONAGUIB para Área do Ensino Médio, Serifo Baldé disse que o encontro visa inteirar do andamento do caderno reivindicativo  entregue ao ministro cessante sobre a situação do ensino superior.

Na ocasião, Serifo Baldé aproveitou para transmitir à a responsável do ensino superior algumas preocupações inerentes ao ensino superior, nomeadamente a situação de contratação dos professores, a disparidade verificada a nível do currículo escolar e a inexistêcia dos estatutos da Universidade Amilcar Cabral, bem como a falta de bibliotecas e salas de informática nas instituições universitárias do país, entre outros proecupações apresentadas.

Por outro lado, disse que é  inaceitável manter o funcionamento das instituições do ensino superior sem as condições necessárias em pleno século XXI. ANG/MI/ÂC

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Fevereiro 2024
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829