Select Page

Presidente da República pede  aos recém licenciados da Lusófona para acreditarem no país

Presidente da República pede  aos recém licenciados da Lusófona para acreditarem no país

(ANG) – O Presidente da República pediu aos récem formados a terem confiança na Guiné-Bissau,  a serem patriotas e a respeitarem o Estado da Guiné-Bissau e as autoridades legitimas.

“Porque respeitar as autoridades é uma prova de civismo e manifestação de cultura cívica”, disse Umaro Sissoco Embaló, sexta-feira, na cerimónia da entrega de diplomas à 12ª geração de finalistas da Universidade Lusófona da Guiné (ULG), que decorreu sob o lema ʺ Por uma Sociedade Consciente e Madura com Compromisso de Contribuir em Prol do Desenvolvimento do Paísʺ.

O chefe de Estado guineense prometeu aos novos quadros do pais, de diferentes áreas que estará sempre disponível para os acompanhar na procura de soluções para seus problemas, sublinhando que vai contar com todos para inúmeros esforços colectivos para continuar a levantar ao mais alto nível o nome da Guiné-Bissau.

Umaro Sissoco Embaló felicitou aos estudantes pelo sucesso dos sonhos alcançados , aos país e encarregados de educação por apostarem na formação universitária dos filhos, aos professores que dedicaram seus tempos em transmitir conhecimentos, e a Universidade Lusófona pela dedicação e sucesso que tem alcançado na “tarefa nobre” de formar a juventude guineense.

O Presidente da República sublinhou que receber diplomas por cada um dos estundantes tem um significado muito importante, porque quem recebe um diploma recebe um certificado de mérito. “Quer dizer que  teve sucesso e o seu esforço valeu a pena, e o investimento dos seus pais também valeu a pena “, disse.

Segundo o  Reitor da Universidade Lusófona da Guiné, Rui Jandi, esta instituição de ensino superior  já formou cerca de 4 mil quadros em diversas áreas do saber e que estão bem inseridos no mercado de trabalho, nomeadamente nas instituições públicas e privadas do país.

Jandi agredeceu ao Presidente da República pela sua “honrosa presença” na cerimónia de entrega de diploma aos finalistas, e diz que  demostra que o Chefe de Estado está sempre disponível e atento aos causas de cidadãos, das instituições e da sociedade que representa ao mais alto nível.

ʺSomos grande parceiro do Estado da Guiné-Bissau na área de formação, por esta razão pedimos maior colaboração e apoio das autoridades para efetivação e consolidação do nosso projecto educativo, no domínio do ensino”, diz Jandi.

Foram 700 estudantes que receberam seus diplomas de formação em 13 cursosANG/MI/ÂC//SG    

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930