Select Page

Turismo/Presidente da Asopts-GB considera de positiva a participação da Guiné-Bissau na reunião de especialistas de turismo da CEDEAO

Turismo/Presidente da Asopts-GB considera de positiva a participação da Guiné-Bissau na reunião de especialistas de turismo da CEDEAO

(ANG) – O Presidente da Associação dos Operadores Turísticos e Similares da Guiné-Bissau(Asopts-GB), considerou de positiva a participação do país na Reunião de Especialistas em Turismo da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental(CEDEAO), que decorreu entre os dias 14 à 18 do corrente mês de Maio em Abuja(Nigéria).

Em conferência de imprensa realizada quarta-feira sobre o balanço do evento, Jorge Paulo Cabral disse que o encontro tinha como objectivo, harmonização de políticas de turismo ao nível da sub-região no qual foi criada uma Comissão para o efeito.

Disse que, a reunião recomendou entre outros a criação de uma Comissão que irá trabalhar na monitorização de todas as actividades ligadas ao sector do turismo bem como a classificação de estabelecimentos hoteleiros no espaço comunitário.

Aquele responsável salientou que os participantes na Reunião de Abuja avaliaram ainda os programas de Ecotur para os anos 2019/2029, bem como regulamentos de Alojamento Turístico no espaço CEDEAO.

O Presidente da Asopts-GB informou por outro lado, que a Reunião de Especialistas de Turismo da CEDEAO, foi marcada logo na abertura, por um incidente lamentavel que envolveu membros da delegação guineense legalmente convidado, com um empresário nacional de nome Adnane Yahaia que apareceu na sala à revelia dos organizadores do evento.

“No acto de apresentação das delegações presentes no evento, apareceu o empresário Adnane Yahaia à revelia dos organizadores alegando que, foi para Abuja com os seus próprios meios com vista a participar no evento na qualidade do Presidente de uma organização denominada Federação de Indústrias de Turísmo da Guiné-Bissau”, frisou.

Jorge Paulo Cabral sublinhou que neste sentido, os organizadores do evento, pediram um parecer do Director Geral de Turismo da Guiné-Bissau, que estava a chefiar a delegação do país e este disse estranhar a situação.

Disse que, o referido empresário acabou por ser retitrado da sala por não ter sido credenciado e nem convidado para participar no evento.

Por sua vez, o vice Presidente da Asopts-GB sublinhou que, não obstante não tinha participado no encontro de Abuja, reitera que a direcção que pertence é a única representante do sector privado de turismo no país, reconhecida oficialmente pelas instâncias nacionais e internacionais.

Rui de Carvalho disse que Asopts-GB é membro da direcção da Câmara de Comércio, Indústria, Agricultura e Serviços da Guiné-Bissau(CCIAS) e por isso ela é a única voz do sector de turismo dentro da CCIAS.

Informou que a Asopts-GB foi fundada há 15 de Novembro de 2018 e abrange todos os sectores que articulam o turismo no país, nomeadamente as Agências de Viagens, Hotelaria, Restauração, Casinos e neste momento Associação de Artesões, proprietários de Contentores e das Barracas de vendas de bebidas e comidas entre outros.ANG/ÂC

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Anúncio – Participe do FGI

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Junho 2024
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30