Select Page

Ambiente/Ministro dos Recursos Naturais destaca importância da àgua para o desenvolvimento sócio económico do país

Ambiente/Ministro dos Recursos Naturais destaca importância da àgua para o desenvolvimento sócio económico do país

(ANG) – O ministro dos Recursos Naturais disse que a água é um recurso de extrema valia e fundamental para o desenvolvimento sócioeconómico do país e constitui a base de todos os aspectos essenciais das actividades humanas.

Malam Sambú discursava hoje na abertura do Encontro Nacional sobre a Implementação da Convenção da Água na Guiné-Bissau, realizado pelo Ministério dos Recursos Naturais,  em parceria com a Comissão Económica das Nações Unidas para a Convenção da Água(ANECE).

“O objectivo do atual Governo  em matéria de água visa contribuir para o desenvolvimento sustentável do país, dando soluções adequadas aos problemas relacionados com água, num contexto mundial em que esses recursos se encontram fortemente ameaçados com ocorrência de fenóminos das alterações climátcas”, disse o governante.

Malam Sambú frisou que, a carência deste recurso é cada vez mais visível, e que a poluição aumenta, os ecossistemas naturais sofrem pressões crescentes a as infraestruturas hidráulicas não acompanham o crescimento democrática.

“Para fazer face aos desafios acima referidos, a Guiné-Bissau elaborou vários documentos de política sectorial, nomeadamente, o Esquema Director de Água e Saneamento(EDAS), Políticas e Estratégias de Água.

O ministro dos Recursos Naturais disse que apara evitar possíveis tensões em torno deste recurso transfronteiriço, torna-se fundamental estabelecer um mecanismo de cooperação e concertação permanente entre os países tributários do referido recurso, por forma a instalar um sistema de proteção e de gestão do mesmo.

“Esta solução só pode ser encontrada  através de construção de sinergias  entre Estados tributários, como por exemplo, organismos de gestão comum de bacias hidrográficas, como é o caso da Organização para a Valorização do Rio Gâmbia(OMVG), que a Guiné-Bissau aderiu em 1982,  bem como a sua adesão à Convenção Internacional sobre Água, em 2021”, frisou.

O governante informou que, ao aderir a Convenção da Água, a Guiné-Bissau tornou-se a quarta Nação africana e o 45º Estado parte a assinar o tratado administrativo pela Comissão Económica das Nações Unidas para a Convenção da Água.

No Encontro com a duração de um dia, serão debatidos, entre outros temas,a “Cooperação e Gestão da Água num Contexto Transfronteiriço na Guiné-Bissau, “As Conveções de Água-Quais Benefícios para a Guiné-Bissau, “ A Convenção de Água-Implementação ao Nível Nacional”.ANG/ÂC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Fevereiro 2024
D S T Q Q S S
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
2526272829