Select Page

Coligação PAI – Terra Ranka pede ao Governo esclarecimentos sobre  espancamento do deputado “Cuca Fadul”

Coligação PAI – Terra Ranka pede ao Governo esclarecimentos sobre  espancamento do deputado “Cuca Fadul”

(ANG) – A Coligação PAI-Terra Ranka pede ao Governo esclarecimento sobre o caso de espancamento do Deputado da bancada do Partido da Renovação Social, Farid Michel Tavares Fadul, por elementos de segurança da Presidência da República, no sábado, em Bissau.

O pedido foi feito em comunicado à imprensa pela Coligaçãpo que suporta ao Governo de que o PRS partido da vítima faz parte .

No mesmo documento, a Coligação PAI-Terra Ranka apelou  para que o Governo acione todas as instâncias e entidades competentes sob sua alçada, com a finalidade de permitir a responsabilização legal de todos os implicados no caso, para “banir definitivamente a repetição de atos que perturbam a sã convivência social”.

A Coligação PAI-Terra Ranka, segundo  o comunicado,  qualificou de “brutal, vergonhoso, repugnante e de bastante lamentável”, o ato, por envolver elementos da segurança da Presidência da República.

“A ocorrência de atos semelhantes,  absolutamente indignos e inaceitáveis em qualquer sociedade civilizada, que reclame ser Estado de Direito Democrático, tem sucedido com uma frequência assustadora e interminável que tem minado, não só a segurança dos cidadãos, o respeito aos princípios elementares dos Direitos Humanos, bem como a dignidade e a liberdade de expressão”, refere o Comunicado à Imprensa.

Para a Coligação PAI- Terra Ranka , a reputação do Estado e de todos os seus órgãos de soberania, ficou abalada, com o incidente que  projetara uma imagem negativa e subsidiária da Guiné-Bissau no plano internacional.

“Pelas razões expostas, este intolerável ato de espancamento não deixa de merecer o mais vivo repúdio e condenação da Bancada Parlamentar da Coligação PAI-Terra Ranka”, lê-se no comunicado.

De acordo com o documento, a Bancada Parlamentar da Coligação PAI-Terra Ranka manifesta a sua total solidariedade para com o Deputado alvo de ”brutal espancamento”, e ainda com o PRS e sua Bancada Parlamentar.

Em conferência de imprensa, segunda-feira, o também chamado Cuca Fadul contou que foi surpreendido por um grupo de elementos da segurança da Presidência de República que, a pretexto de estar a filmar o quintal da Presidência da República, o espancaram até se desmaiar.

Disse que filmou, com drone, as obras de reabilitação da Avenida Amílcar Cabral, onde deverá decorrer as cerimónias de celebração dos 50 anos de independência da Guiné-Bissau, na próxima quinta-feira, 16 de Novembro, dia das Forças Armadas da Guiné-Bissau. ANG/AALS/ÂC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930