Select Page

Comércio/Administrador da empresa ABUSHEJAAS e Filhos SARL pede incentivo do Governo aos investidores

Comércio/Administrador da empresa ABUSHEJAAS e Filhos SARL pede incentivo do Governo aos investidores

(ANG) – O Administrador da Sociedade Abushejaas e Filhos Sarl, António Ribeiro apelou hoje ao Governo no sentido de conceder mais incentivos aos investidores, através de criação de um período de graça mais dilatado em termos de pagamentos de impostos e outras taxas junto a Direção Geral das Contribuições e Impostos(DGCI).

“É verdade que a DGCI concede um período de graça de três meses para os novos investidores em termos de impostos, mas acho isso muito pouco para um investidor, e por isso peço ao Governo para estender esse período para pelo menos seis meses ou um ano”, disse  Ribeiro, em entrevista a ANG.

Depois de mais de 20  anos de atividade empresarial no estrangeiro, nomeadamente, em Londres, Inglaterra e França, António Ribeiro disse que regressou ao país para dar a sua contribuição do dóminio empresarial privado.

“Decidí criar a minha empresa para intervir nas áreas de transferência de dinheiro, câmbio, comércio geral, importação e exportação, aluguer de automóveis, indústrias, agências mobiliária, transportes e logísticas, agricultura entre outras”, disse o empresário em entrevista a ANG.

António Ribeiro acrescentou  que, brevemente, vai iniciar o processo de recrutamento de diferentes técnicos que irão trabalhar nas empresas a serem criadas.

 Revelou que vai ainda investir na   aquisição de máquinas de limpeza e saneamento da cidade, para esvaziamento de fossas,  remoção de lixos, e diz que, para o efeito, conta estabelecer parcerias  com a Câmara Municipal de Bissau, de forma a colmatar as suas dificuldades de remoção de lixos em Bissau.

A empresa Abushejaas e Filhos Sarl, prevê intervenções no setor de caju e Ribeiro disse  que desloca, brevemente, à  República Popular da China para entabular contactos com  parceiros  para virem ao país intervir na compra da castanha de caju.

Na primeira fase, disse que  vão trabalhar em parceria com os intermediários, na aquisição do stoque  da castanha de caju  dos  anos anteriores, que ainda restam no país.

Aquele responsável disse que, posteriormente, irão investir no domínio de transformação local do caju , através de criação de mini-indústrias.

Disse que pretende ainda discutir com  parceiros chineses a possibilidade de  investir nos sectores de importação de materiais de construção civil, máquinas agrícolas e construção de furos de água. ANG/ÂC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930