Select Page

Eleições/Processo de atualização dos Cadernos Eleitorais arranca hoje em todo  território nacional

Eleições/Processo de atualização dos Cadernos Eleitorais arranca hoje em todo  território nacional

(ANG) – O processo de atualização dos Cadernos Eleitorais arrancou hoje em todo o território nacional, devendo decorrer até o dia 25 de Maio, enquanto que o de diáspora vai iniciar no dia 25 de Abril e prolonga até 25 de Junho.

O  início do processo  foi assinalado  no Distrito Eleitoral 101, Mesa 1 e 2 do Círculo Eleitoral 29, e presidido pelo ministro das Obras Públicas, Habitação e Urbanismo Fidélis Forbs em representação do titular da pasta da Administração Territorial e Poder Local, Marciano Silva Barbeiro.

Na ocasião, Fidélis Forbs reiterou a obrigatoriedade de se realizar a atualização dos cadernos eleitorais de acordo com a lei e diz que, por isso  o Governo fez todo o esforço para que o processo tenha lugar, o que acontece  pela primeira vez na história da democracia guineense.

“Isso significa que estamos perante um acto da democracia e fundamentalmente inédito da cidadania do nosso país”,salientou.

Concluído o processo os cadernos eleitorais serão entregues à comissão Nacional de Eleições.

Por sua vez, o Presidente em exercício da Comissão Nacional de Eleições Mpabi Cabi destacou que a atualização dos Cadernos Eleitorais vai permitir que todos os cidadãos nacionais com  capacidade de votar pudessem  se inscrever para  exercerem os seus direitos cívicos.

“Por isso, lanço um apelo a todos os que já completaram 18 anos, assim como os que não tinham se recenseado nas últimas eleições e assim como os que mudaram de um Circulo Eleitoral para outro e os que perderam os seus cartões para irem se recensear”, aconselhou.

O Diretor-geral do Gabinete Técnico de Apoio ao Processo Eleitoral(GTAPE),Gabriel Gibril Baldé garantiu que os trabalhos de atualização dos Cadernos eleitorais decorrem em todo o território nacional .

Sublinhou que as brigadas vão atender as pessoas em quatro componentes, primeiro os que atingiram os 18 anos, segundo, os cidadãos idóneos que no último processo de recenseamento de raiz tinham se ausentado por motivos adversos, terceiro os que perderam cartões e quatro componente as pessoas deslocadas dos locais onde tradicionalmente exercem os seus votos.

Aquele responsável disse que os cidadãos que não mudaram de localidades, os que ainda têm intactos os seus cartões do último recenseamento não precisam de se deslocar para as mesas de atualização. ANG/ÂC//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Abril 2024
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930