Select Page

PAIGC insta Governo à criar mais oportunidades de emprego no setor privado para diminuir pressão sobre Administração Pública

PAIGC insta Governo à criar mais oportunidades de emprego no setor privado para diminuir pressão sobre Administração Pública

(ANG) – O Bureau Político do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde(PAIGC),  instou o Governo a tomar medidas que visam a criação de mais oportunidades de emprego no setor privado, por forma a diminuir a pressão sobre a Administração pública, contribuindo assim na despolitização do Aparelho de Estado.

A informação consta nas Resoluções da IV reunião do Bureau Politico do PAIGC, realizada na sexta-feira, dia 10 do corrente mês, lida hoje à imprensa pelo porta voz do partido Francisco Muniro Conté.

Os membros do Bureau Político do PAIGC adoptaram o programa do Governo da XI legislatura, a ser submetida a Assembleia Nacional Popular(ANP),  no dia 14 deste mês para efeito de discussão e eventual aprovação.

O Bureau Político manifestou a sua solidariedade com o Governo pelo seu bom desempenho em cerca de 90 dias de governação, marcada pela tomada de medidas sociais que mitigaram os efeitos da crise que nos últimos três anos abalou o país, assim como pela comemoração dos 50 anos da proclamação do Estado da Guiné Bissau, em Lugadjol, nas Colinas de Boé.

Renovou a confiança no Governo e o seu primeiro-ministro, por ter revelado uma postura de Estado, por não responder às provocações que poderiam desembocar em confrontação entre órgãos de soberania.

Face a renúncia do Presidente do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), o BP do PAIGC exortou a todos os órgãos de soberania sobre a necessidade do cumprimento escrupuloso das normas pré estabelecidas com vista à eleição do novo Presidente da instituição suprema da justiça.

 “Congratular e felicitar as reações da Mesa da Assembleia Nacional Popular, do Governo e das lideranças da Coligação Pai Terra Ranka face à invasão do Supremo Tribunal de Justiça”, lê-se nas resoluções do Bereau político do PAIGC.

 Renovou a confiança ao Presidente do PAIGC, que, enquanto líder da ANP, órgão fiscalizador da legalidade, tem primado pela condenação e repúdio pelos actos que afrontam as leis e a democracia guineense.

Ao presidir a reunião do Bureau Político, Domingos Simões Pereira afirmou que, a proeza da Coligação de ter ganho o escrutínio de 4 de Junho passado,  não configura no fim do processo, mas antes pelo contrário, o início de assumir e orientar a governação nos quatro anos subsequentes a formação do Governo.

Dos 110 membros do Bureau Político convidados para esta reunião, participaram 81, que aprovaram por unanimidade a mudança na nomenclatura do Secretariado Nacional Executivo do PAIGC, apresentado pelo Secretário Nacional, António Patrocínio Barbosa, com emendas. ANG/LPG/ÂC

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Maio 2024
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031