Select Page

PR ressalta que  paz, estabilidade e ordem politica social devem  ser promovidas em família

PR ressalta que  paz, estabilidade e ordem politica social devem  ser promovidas em família

(ANG) – O Presidente da República  destacou que a paz, estabilidade,  ordem política social e o respeito às autoridades devem ser promovidos em família.

O chefe de Estado  falava após receber cumprimentos de Ano Novo da parte do Movimento da Sociedade Civil para a Paz, Estabilidade e Desenvolvimento Social(MNSCPEDS).

Umaro Sissoco Embaló desejou boa saúde, felicidade e prosperidade aos  membros do Movimento da Sociedade Civil presentes na cerimónia de cumprimentos de uma novo e  diz reconhecer  o “papel construtivo” que a sociedade civil tem desempenhado no país.

O chefe de Estado disse que é importante colaborar com  iniciativas destinadas a potenciar as vertudes do diálogo social para moderar tensões socias e políticas, por vezes inevitáveis numa sociedade.

“Propor a construção de consensos sociais para um exercício de uma cidadania responsável é, de facto, o modo de agir que destingue o Movimento da Sociedade Civil, e que os guineense apreciam e encorajam”,destacou.

Dirigindo-se à comunidade religiosa nacional, o chefe de Estado destacou que: “somos guineenses muçulmanos, guineenses cristãos e aministas, e isto quer dizer que a crença em Deus, a cultura religiosa e liberdade de culto constituem fatores que definem a nossa própria  identidade nacional”.

O Presidente do Movimento Nacional para Paz, Estabilidade e Desenvolvimento Social, Fodé Carambá Sanhá desejou boa saúde e feliz novo ano ao chefe de Estado e sucessos no desempenho da sua função.

Manifestou a sua satisfação pelos  esforços feitos pelo Chefe de Estado para a transformação do país numa referência exemplar ao nivel mundial, com destaque para o exercício da presidência  da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, tentativa de mediação do conflito entre a Rússia e Ucrânia, entre outras.

No plano interno, Fandé Carambá Sanhá saudou  Umaro Sissoco Embaló, segundo diz, “pela forma como geriu confrontos entre as instituições públicas”.

Sanhá sustenta que o país corria sérios riscos de  lançar num descrédito total a imagem da autoridade do Estado Democrático de Direito, se as instituições públicas continuassem no que diz ser “desautorização da instância judicial”, através de uma das forças operacionais do Governo, devido ao acesso fácil do dinheiro público.

“Volvidos apenas quatro meses das eleições legislativas, não é possível que o país recorra ao governo de iniciativa presidencial, mas estamos convencidos de que esta é a única solução política, neste momento, para preservar a estabilidade política e institucional”, afirmou.

Fodé Sanhá disse esperar   que durante este período transitório que os serviços públicos  servissem  a população em vez de servir os jogos de interesses dos partidos políticos em competição.

Citando  dados de um inquérito  para avaliação da pobreza de 2010, disse que  mais da metade da população guineense vive com com um pouco mais de 100 francos fca por dia.

Para além da falta de emprego para os jovens, essa  pobreza é ainda mais agravada  por causa da falta de uma gestão transparente de bens  públicos.

Fodé Sanhá pergunta ao Presidente da República onde vai levar a luta contra a corrupção se não há estabelecimentos prisionais para encarcerrar os reclusos.

Pediu ao Umaro Sissoco Embaló  para  acompanhar a execução das ofertas que o país recebe do Fundo Monetário Internacional.

“Comparando o triénio  2017 e 2019 com o de 2021 e 2023  FIM  subiu o nivel de oferta para combate a malária, tuberculose, HIV/ SIDA e outras doenças, de 29 milhões para 66,9  milhões de euros e os mesmos valores   destes donativos  estão previstos para triénio 2024 – 2027”, revelou Fodé Caramba Sanhá. ANG/PLG//SG

About The Author

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Videos Recentes

Loading...

Siga-nos

Março 2024
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31